internet

Ricardo Coutinho e mais 12 s√£o denunciados pelo MPPB por suposto esquema de propina

Por portalvirgulaparaiba.com em 14/09/2021 às 22:42:57

O Grupo de Atua√ß√£o Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Paraíba (Gaeco/MPPB) ofereceu, nesta ter√ßa-feira (14), uma denúncia contra o ex-governador Ricardo Coutinho e mais 12 pessoas (veja a lista abaixo) por um suposto esquema de propina, investigado no √Ęmbito da Opera√ß√£o Calv√°rio.

A denúncia é fundada em dela√ß√Ķes premiadas, grava√ß√Ķes e documentos, e se volta para o contrato do governo do estado, por meio do Hospital de Trauma de Jo√£o Pessoa com a Cruz Vermelha, organiza√ß√£o social respons√°vel pela administra√ß√£o da unidade de saúde entre os anos de 2011 e 2019.

Lista de denunciados pelo MP:

  1. Ricardo Coutinho - ex-governador
  2. Daniel Gomes - ex-diretor da Cruz Vermelha
  3. Liv√Ęnia Farias – ex-secret√°ria estadual
  4. Waldson de Souza - ex-secret√°rio estadual
  5. Claudia Veras - ex-secret√°ria estadual
  6. Karla Michele Vitorino Maia - ex-auxiliar do governo
  7. Leandro Azevedo - ex-auxiliar do governo
  8. Saulo de Avelar Esteves - ex-auxiliar do governo
  9. Ricardo Elias Restum Antonio
  10. Milton Pacífico José de Araújo
  11. Saulo Pereira Fernandes
  12. Keydison Samuel de Sousa Santiago
  13. Michelle Louzada Cardoso

Ao G1, a defesa de Ricardo Coutinho disse que ainda n√£o conseguiu analisar a denúncia. O G1 n√£o conseguiu contato com as defesas dos demais denunciados até a publica√ß√£o desta matéria.

O Ministério Público aponta na denúncia uma série de repasses feitos pela organiza√ß√£o social para agentes públicos, como propina. Conforme a investiga√ß√£o, o prejuízo com a transfer√™ncia ilegal de recursos e outros desvios chegou a quase R$ 50 milh√Ķes no período de 2012 a 2017.

Segundo o MP, o desvio de recursos públicos teve início com o acerto da propina antes da contrata√ß√£o; depois com a fixa√ß√£o de sobrepre√ßo contratual; o repasse, mensal de valores com sobrepre√ßo da Secretaria de Estado da Saúde à Cruz Vermleha filial de Santa Catarina; da simula√ß√£o de gastos empregada pela organiza√ß√£o para dar vas√£o aos recursos recebidos da SES; e, ainda, com o recebimento de valores ilícitos por parte de agentes públicos do Estado da Paraíba

O MP atribui aos denunciados os crimes de corrup√ß√£o passiva e ativa, peculato e crime de licita√ß√£o. O órg√£o ministerial também pede a devolu√ß√£o de R$ 49.307.156,11, perda do cargo, fun√ß√£o, emprego ou mandato eletivo deles.

Fonte: G1PB

Comunicar erro

Coment√°rios