internet

Deputado atesta "desorganização" da oposição na Paraíba

Por portalvirgulaparaiba.com em 26/10/2021 às 22:06:56

O deputado federal Hugo Motta (Republicanos) opinou, em entrevista concedida à imprensa nesta terça-feira (26), que a aproximação de Romero Rodrigues (PSD), ex-prefeito de Campina Grande, ao governador do Estado, João Azevêdo (Cidadania), se deve à consequente desorganização das forças oposicionistas da Paraíba, que vem assim desde as eleições de 2018.

Motta disse ter uma boa relação com o ex-prefeito e entende que ele é uma das principais lideranças de Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral do Estado, e que saiu muito fortalecido nas últimas eleições fazendo o seu sucessor no primeiro turno, o prefeito Bruno Cunha Lima.

"Romero é sem dúvida alguma a liderança política de expressão do Estado. Acho que ele está vendo o processo passar porque a oposição vem desarrumada desde as eleições de 2018, quando o então governador Ricardo Coutinho conseguiu fazer o sucessor, que foi o governador João Azevêdo. Ele desorganizou a oposição de um jeito que, até hoje, ela não se encontrou", avaliou.

Conforme o deputado, mesmo Romero Rodrigues tendo sido lançado para disputar o governo e ter capacidade para isso, pois foi um bom prefeito, o ex-gestor está diante de uma oposição desajustada e ele sozinho não conseguirá colocar na rua uma campanha a governador.

"É muito difícil uma eleição para governador. Você sem capilaridade, sem lideranças espalhadas pelo Estado, dificilmente consegue avançar com uma campanha desse porte. Romero deve estar analisando, depois dos estremecimentos de Veneziano com Azevêdo, porque é incompatível os dois num mesmo lugar, pelo menos até então, mas é natural que as conversas aconteçam", avaliou.

Fonte: Paraibaonline

Comunicar erro

Comentários